A Batalha do Bulge ficou conhecida por ter sido uma das mais sangrentas da  2º Guerra Mundial – nela estima-se que os EUA sofreram cerca de 70 a 89 mil baixas, incluindo 19 mil homens mortos.

O capitão Mark D. Anderson, da Marinha dos Estados Unidos, e o historiador Jean Muller estavam à procura de artefatos da “Batalha das Ardenas” que foi travada nas montanhas de Luxemburgo, inesperadamente o detector de metais os alertou para algo sob seus pés.

Veja também: 11 coisas que um fotografo precisa saber antes se tornar freelancerser fotografo?

Vários metros abaixo da terra era uma trincheira, e nela os dois acabaram achando os pertences do soldado americano Louis J. Archambea, que morreu na batalha, e o mais surpreendente é que encontraram uma câmera com um filme não revelado. Óbvio que os dois ficaram emocionados com a descoberta, e foram correndo revelar o filme com imagens inéditas que você pode conferir abaixo, um pedaço da história de uma guerra sangrenta contada por um dos soldados.

Que achado hein?! A história de Louis J. Archambeau é apenas uma das muitas histórias da Segunda Guerra Mundial. Nela um monte de homens e mulheres corajosos lutaram para que pudéssemos experimentar a liberdade que temos hoje.

Gostou do artigo? Não deixe de compartilhar e comentar aqui em baixo o que achou.