A fotografia é vista por muitos como não apenas um simples registro de um momento, mas sim como uma arte que agrega aspectos culturais e gera impacto na sociedade e como toda arte, a fotografia passa por uma transformação, desde a evolução das técnicas a até mesmo os tipos de equipamentos fotográficos utilizados pelos profissionais especializados ou ainda por fotógrafos amadores.

Essa transformação do mercado fotográfico se apresenta de forma cíclica, onde antigamente haviam as famosas câmeras instantâneas marcadas pela marca Polaroid que dominou esse mercado desde o surgimento das primeiras câmeras fotográficas do tipo no ano de 1948 até o fim da sua produção em 2008, encerrada pela empresa por advento da até então nova tecnologia de fotografia digital.

Veja também: 24 Imagens e Dicas para uma Fotografia de Alimentos Eficaz – O Guia Absolutamente Completo

Atualmente, a fotografia instantânea volta à tona com marcas como Kodak Printomatic, Canon Zoemini, impulsionadas pelo relançamento da câmera Instax da Fujifilm em 2013, que enxergou no mercado uma oportunidade de relançar sua câmera fotográfica instantânea com seu modelo Instax mini 90 NEO CLASSIC, seguindo um design vintage com apelo nostálgico e lúdico para o público amador.

Uma aposta que ganhou o cenário do grande público apaixonado por imagem e criando uma nova tendência em fotografia para scrapbook, casamentos, decoração, entre outros tantos usos vistos do formato de fotografia instantânea impressa que foge dos padrões 10×15 convencionais e toma o tamanho de um cartão de visitas com bordas laterais na impressão e espaço para mensagens curtas serem escritas abaixo da foto.

Veja também: Câmeras alternativas, as famosas Mirrorless

Enquanto o mercado fotográfico voltado ao público geral tenta retomar à impressão de fotos com o relançamento das câmeras instantâneas, o cenário profissional se desenvolve na tecnologia digital, trazendo em 2013 as primeiras câmeras profissionais com tecnologia mirrorless, que visa ser o futuro da fotografia digital e desde sua criação já vem tendo forte representatividade em termos de vendas para as fabricantes, que segundo o site DPREVIEW, representava em 2015 cerca de 16% do mercado total de câmeras nos Estados Unidos e em dados recentes obtidos pelo relatório da empresa LensVid, as câmeras mirrorless fecharam o ano de 2018 com uma participação de mercado por volta de 22%.

Estúdio fotográfico e acessórios

Se para câmeras fotográficas é visto um cenário altamente competitivo, que demanda desenvolvimento de tecnologias ou uma força de marketing maior para “renovar” seu público, o mercado de acessórios de fotografia é outro.

Tomado por uma infinidade de gadgets para facilitar a vida do fotógrafo no momento do clique ou mesmo criar um cenário diferenciado com itens a um preço acessível ao bolso, os acessórios de fotografia surgem aos montes, com usos específicos ou mais generalistas como sombrinhas difusoras, softbox e iluminadores ring light muito usados em estúdio fotográfico e fotografias em ambientes externos.

São diversas as possibilidades que se pode encontrar para compor um kit de fotografia ideal para centenas de estilos fotográficos, seja para fotografar pássaros, moda, fotografia de comida ou para fotografia de produtos para e-commerce, há uma variedade de itens infindável disponível para todo tipo de uso.