A Casa Tao Brasil apresenta exposições aclamadas do Festival de Fotografia de Tiradentes

Na Lapa, a Casa Tao Brasil está em destaque, exibindo as obras dos fotógrafos Joaquim Paiva e André Vilaron, além da mostra coletiva “Como Uma Onda”, concebida a partir de uma convocatória pública pelo Ateliê Oriente, que também participa da curadoria de artes visuais junto com Andrea Nestrea. As exposições ficarão em exibição até o dia 31 de maio.

Sob a direção de Kitty Paranaguá e Paulo Marcos de Mendonça Lima, essas três exposições foram um sucesso no Festival de Fotografia de Tiradentes deste ano, realizado em março. A Casa está aberta de terça-feira a domingo, das 10h às 19h, e a entrada é gratuita.

A exposição “Rodoviária de Brasília”, de Joaquim Paiva, apresenta uma seleção do seu renomado livro homônimo lançado em 2021. São seis registros feitos na década de 1980, retratando um dos locais mais movimentados da capital brasileira durante um período em que a cidade buscava sua identidade.

Por sua vez, “O quadrilátero”, de André Vilaron, oferece uma perspectiva única em sete imagens desse fotógrafo carioca que reside em Brasília desde 2000, explorando sua história e suas contradições.

A mostra “Como uma Onda” é uma iniciativa do Ateliê Oriente especialmente para o Festival de Fotografia de Tiradentes de 2024, exibindo 35 fotografias de diversos artistas sobre o tema das ondas, abrangendo desde ondas naturais como calor e mar até as ondas simbólicas de afeto e conexão.

Publicidade
Redação
Redaçãohttps://amoserfotografo.com/
Notícias, tutoriais, equipamentos, dicas… Tudo Sobre o Mundo Da Fotografia para entusiastas.

HOT NEWS

HTML tutorial