Em duas unidades, 12 jovens estão aprendendo técnicas fotográficas

Olhar atento, anseio por cliques e diferentes posicionamentos da câmera é assim que os adolescentes do Centro Socioeducativo Cardeal Aloísio Lorscheider estão aproveitando a oficina de introdução a fotografia realizada por meio do projeto “Despertando Olhares”.

A atividade é uma parceria da Superintendência do Sistema Estadual de Atendimento Socioeducativo com o Museu da Fotografia de Fortaleza (MFF) e visa por meio da fotografia mostrar novas perspectivas de vida para os adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa.

Durante doze encontros, os adolescentes aprendem técnicas de fotografia analógica e digital. Desde a parte teórica, com ensinamentos de como essa técnica de captar imagens surgiu, até as regras para um melhor ângulo, captação de luz, revelação de fotos, entre outros que visem mostrar aos jovens que a fotografia hoje está em todas as partes, e em todas as áreas e ela pode ser um meio de vida, como reforça o educador do MFF, Marcelo Souza.

“O intuito do curso é mostrar o que é a fotografia, porque muitas vezes eles[ os adolescentes] não entendem. Conhecem por conta do celular, por causa das selfies. A gente traz essa experiência com a câmera para eles começarem a entender o processo da fotografia, e para saber que também é uma fonte de renda para quando eles saírem daqui[da unidade], possam trabalhar também nesta área. Mostramos aqui que não existe só um tipo de fotografia, como aquelas tiradas em festas, mais vários tipos como a fotografia gastronômica, de famosos entre outros.”

Para o adolescente, R. de 18 anos, esse momento é muito importante. “Aqui eu aprendi o que é fotografia, e isso é muito bom para levar lá para fora.” reforçou o adolescente que não tinha nenhum um contato este tipo de arte e mostrou que aprendeu diversas técnicas com a ajuda dos educadores do Museu da Fotografia.

As aulas iniciaram em setembro, e no total terá 12 encontros. Ao final, os jovens participaram de uma visita técnica com palestra, na sede do Museu da Fotografia. Ao todo dois educadores participam ministrando as aulas aos adolescentes e intercalam entre dois dias na semana.

A parceria entre a Seas e o Museu da Fotografia acontece desde 2017, com visitas técnicas ao equipamento, e oficinas sobre fotografia. Nesse novo momento, cerca de 12 jovens estão tendo a oportunidade de ter aulas práticas de fotografia dentro dos Centros Socioeducativos Aldaci Barbosa Mota e Cardeal Aloísio Lorscheider.